atti! comunicação e ideias
atendimento@atticomunicacao.com.br / 11 3729.1455 | 3729.1456

Atti comunicação e idéias

 “Refugiado”, do argentino Diego Lerman conquista o principal prêmio do Festlatino de SP

“Refugiado”, do argentino Diego Lerman conquista o principal prêmio do Festlatino de SP

Em cerimônia realizada na última quarta-feira, 30/07, no Memorial da América Latina, foram anunciados os premiados do 9º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo.

O destaque foi para o longa-metragem argentino inédito no Brasil “Refugiado”, de Diego Lerman, que venceu o Troféu Itamaraty para o Cinema Sul-Americano, recebendo os R$ 90 mil destinados a filmes produzidos por pelo menos dois países da América do Sul. Uma coprodução da Argentina com a Colômbia, França e Alemanha, o filme foi lançado na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes deste ano. Trata-se de um road movie que acompanha um garoto de sete anos e sua mãe em um emocionante drama com toques de humor.

A sensibilidade ao abordar o tema da violência de gênero e a fluidez e sutileza no manejo dos vários elementos que compõe a linguagem cinematográfica foram a justificativas anunciadas pelos jurados para o prêmio a este que é o quarto longa de Lerman. Integraram o júri o colombiano Andrés Bayona (diretor de projetos da Proimágenes Colômbia e diretor executivo do Mercado Audiovisual de Bogotá), a mexicana Cristina Garza (vice-presidente da agência de vendas internacionais Mundial), o ator e diretor cubano Jorge Perugorría, a produtora argentina Lita Stantic e o francês Sylvain Auzou, cofundador dos Venice Days, evento paralelo ao Festival de Veneza.

Foi concedida, ainda, uma menção honrosa ao equatoriano (coproduzido com a Argentina) “A Morte de Jaime Roldós”, de Manolo Sarmiento e Lisandra I. Rivera. Também inédita no Brasil, a obra aborda o breve governo de Jaime Roldós Aguilera (1979-1981), que terminou repentinamente em um suspeito acidente de aviação. Lançado no Festival de San Sebastián (Espanha), o filme revela o drama shakespeariano de três órfãos que são vítimas da luta pelo poder de sua família. Para o júri, o filme se destacou pelo seu valor testemunhal e a criatividade de sua construção.

O prêmio do público foi para “Os Insólitos Peixes-Gato”, longa de estreia da diretora mexicana Claudia Sainte-Luce. O filme, inédito no Brasil, havia sido saudado por seu olhar sincero e honesto para personagens envolvidos com a AIDS em festivais como Locarno (Suíça), Roterdã (Holanda) e Toronto (Canadá) – neste último recebeu o prêmio da crítica internacional.

Já o vencedor da Mostra de Escolas de Cinema Ciba-Cilect foi o argentino "O Que Dizem do Monte", dos diretores Octávio Tavares e Francisca Oyaneder, da Universidade de Buenos Aires. O curta, que foi vencedor em 2014 do prêmio de melhor curta nacional no BAFICI – Festival de Cinema Independente de Buenos Aires, foi eleito pelo júri formado por Bárbara Sturm, diretora da distribuidora Pandora Filmes e curadora do Cinerama BC – Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú, pela pesquisadora e professora Luciana Corrêa de Araújo e pelo cineasta Marco Dutra (de “Trabalhar Cansa” e “Quando Eu Era Vivo”).

Na cerimônia, o documentarista Silvio Tendler, um dos homenageados pelo Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo este ano, recebeu das mãos do cineasta João Batista de Andrade o Troféu Fundação Memorial da América Latina. O evento exibiu nove títulos do cineasta, como “Jango” (1984), “Os Anos JK – Uma Trajetória Política” (1980) e “Militares da Democracia: Os Militares Que Disseram Não” (2014).

Os demais homenageados do festival, que já haviam sido contemplados nos dias anteriores, foram o cineasta e produtor Pablo Trapero, a atriz e produtora Martina Gusmán, ambos argentinos, e a atriz e produtora brasileira Leandra Leal.

Realizado de 24 a 30 de julho, a nona edição do Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo colocou em foco os destaques da produção mais recente feita na região, incluindo vários títulos inéditos no Brasil, além de promover homenagens e organizar encontros e debates. No total, foram 114 filmes, representando 16 países da América Latina e do Caribe. A programação, inteiramente gratuita, aconteceu em nove salas: Memorial da América Latina, Cinesesc, Cine Olido, Centro Cultural São Paulo (salas Paulo Emílio e Lima Barreto), Cinemateca Brasileira, Cineclube Latino-Americano, Centro Cultural da Juventude e Centro Cultural Penha.

A programação incluiu a mostra Docs Musicais América Latina, com documentários dedicados a importantes artistas da música da América Latina, ciclo O Cinema Mudo Latino-Americano , oficinas, o seminário Nuevas Ventanas (que discutiu as novas possibilidades de circulação dos filmes na era digital e conectada), debates e encontros.

A curadoria do 9º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo foi assinada por João Batista de Andrade, Felipe Macedo, Jurandir Müller e Francisco Cesar Filho. Uma realização da Associação do Audiovisual, o evento contou com patrocínio da Petrobras e da Sabesp - Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (através da Lei Federal n° 8.313), copatrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e correalização do Sesc São Paulo.

Dados sobre os filmes, a programação completa e outras informações podem ser acessadas no site www.festlatinosap.com.br. A fanpage do evento no Facebook é https://www.facebook.com/FestivalDeCinemaLatinoAmericanoDeSaoPaulo.





Serviço:
9º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo
24 a 30 de julho de 2014
Entrada franca

locais:
Memorial da América Latina / Praça Cívica – Av. Auro S. de Moura Andrade 664 / Portões 2 e 5, Barra Funda
Cineclube Latino-Americano – Av. Auro S. de Moura Andrade 664 / Portão 8, Barra Funda
Cinesesc – Rua Augusta 2075, Cerqueira César
Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso 207, Vila Clementino
Centro Cultural São Paulo / Sala Paulo Emílio e Sala Lima Barreto – Rua Vergueiro 1000, Paraíso
Cine Olido – Av. São João 473, Centro
Centro Cultural da Juventude – Av. Deputado Emílio Carlos 3641, Vila Nova Cachoeirinha
Centro Cultural Penha – Largo do Rosário 20, Penha

realização: Associação do Audiovisual

patrocínio: Petrobras e Sabesp - Companhia de Saneamento Básico de São Paulo, através da Lei Federal n° 8.313

copatrocínio: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

correalização: Sesc São Paulo




atti comunicação
Fonte: http://www.festlatinosp.com.br
atti comunicação
Volta para lista de notícias
atti comunicação e ideias